De volta a correria

O importante é ter calma para evitar dores e lesões

Bom, férias todo mundo sabe como é, né? E não tem estresse, não. Se não deu pra seguir a dieta ou se o treino ficou um pouco de lado tudo certo, o negócio é voltar focado e com disposição, pois temos o ano todo pela frente! Fiquei umas três semanas sem seguir um treino certinho, mas usei o tempo livre para me movimentar, nem que fosse um jogo de frescoball com os primos, uma corridinha sem muitas expectativas ou uma longa caminhada. Objetivo era só não cair na moleza para depois não ser tão difícil voltar aos treinos também. 


Recomecei na semana passada bem de leve, com treinos mais curtos e intercalando caminhada e corrida para condicionar novamente. Claro que também já teve um treino coletivo da FDBK Runners para oficializar o retorno às atividades e vou admitir que acabou com as minhas pernas. O que é supernormal quando a gente fica uns dias parados. 


Uma dica para o retorno dos treinos é bem simples: vai com calma! A gente sempre tem aquela mania de quere recuperar o tempo perdido, mas querer botar todo o gás num primeiro treino pode ter consequências negativas como muita dor e em alguns casos até lesões. Então tome tempo, comece devagar, mas com frequência. Isso vale para os iniciantes também. 


Promessas e metas para 2016

Praticamente todo mundo faz promessas no início do ano, o que pode ser bom, mas também pode ser frustrantes se você tem expectativas elevadas de mais. Por exemplo, eu achei melhor traçar uma meta para ter mais motivação nos treinos. A princípio queria correr 42 Km (uma maratona) ainda neste ano, mas depois conversei melhor com o instrutor da FDBK Runners, Rafael Vargas, e quando coloquei todas as minhas prioridades como trabalho, o blog, a casa, decidi que 21 Km seria de bom tamanho para este ano. 

Segue mais algumas dicas do prof. Rafa para retornar às atividades sem stress: 

“Retomar depois do recesso de final de ano é sempre difícil. Seja você um praticante de atividade física normal ou um atleta. A ideia é equilibrar bem a volta. Procurar recondicionar o corpo aos poucos maneirando na intensidade e não querendo resolver o ano em uma semana. É alto o índice de lesões neste período. Muitas pessoas retomam as atividades buscando recondicionar o corpo e queimar os excessos do final de ano. A volta aos treinamentos precisa ser avaliada, planejada e executada com total atenção e lógico que com acompanhamento profissional. Pior que começar o ano com uns quilinhos a mais é começar o ano lesionado.”

Por hoje é isso!! Bom retorno a todos, boa continuação a quem nunca parou (à vocês minha admiração também)!

Bora ter foco e disposição que é só o começo!!